“Portanto, Tornai a Levantar as Mãos Cansadas…” (Hebreus 12:12)

Ministrado por: Pastor Osmar Ribeiro

Neste texto de Hebreus, somos orientados a cerca das dificuldades, disciplina, correção e sofrimentos. Mãos cansadas é uma conseqüência de fraqueza geral, ou astenia. Na verdade, as dificuldades e o sofrimento são coisas que realmente nos enfraquecem.

Tornar a levantar as mãos cansadas, significa que já um dia as mãos foram levantadas, e agora estão caídas por tantas lutas que passamos.

“Quero, pois, que os homens orem em todos os lugares, levantando mãos santas, sem ira e sem contenda.” (1 Tm 2:8)

Precisamos manter nossas mãos no alto em oração, intercessão, porem, que sejam mãos santas, livres de intentos negativos.

O salmista ao perguntar a Deus sobre aqueles que habitarão no lugar santo, recebe como resposta:

“O que é limpo de mãos…” ( Salmo 24.4).

Guarde-nos o Senhor de termos nossas mãos manchadas de sangue, como Deus falou ao povo de Israel:

“Quando vocês estenderem as mãos em oração, esconderei de vocês os meus olhos, mesmo que multipliquem as suas orações, não as escutarei! Suas mãos estão cheias de sangue!”  (Isaias 1:15)

Manchamos nossas mãos de sangue quando odiamos o nosso irmão, como está escrito:

“Quem odeia a seu irmão é assassino…”  ( 1 João 3.15).

Se vivermos uma vida dominada pelas obras da carne enfraquecemos nosso homem interior e não temos condições de levantar as mãos para nos apoiarmos quando porventura tropeçamos, desta maneira podemos cair e ficar prostrados. Há várias causa para que cheguemos ao estado de fraqueza tal, a ponto de não mais podermos levantar as mãos de tão cansadas que se encontram:

1. Falta de alimentação equilibrada. A desnutrição provoca fraqueza generalizada. Por isso precisamos nos alimentar da Palavra de Deus continuamente para sermos fortes no Senhor.

2. Envelhecimento. Quando a velhice chega a pessoa já não tem mais habilidade para levantar as mãos como antes. Devemos ter cuidado com a velhice espiritual. Devemos estar com o nosso homem interior renovado de dia em dia como diz a palavra:

“… embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia” ( 2 Corintios 4.16).

3. Há também os que enfraquecem espiritualmente por tomarem a ceia do Senhor indignamente, como está escrito em 1 Coríntios 28 a30. Aqueles que se apropriam do pão e do cálice do Senhor sem que antes façam um exame em si mesmo, participam indignamente, ficando desse modo, enfraquecidos. A ceia do Senhor é um ato espiritual muito sério e, infelizmente há pessoas que participam da mesa do Senhor sem dar a ela o devido respeito que lhe é devido. NUNCA DEVEMOS COMER O PÃO OU BEBER O CÁLICE DO SENHOR SEM QUE ANTES FAÇAMOS UM AUTO-EXAME COM ARREPENDIMENTO E SINCERIDADE.

Nossas mãos precisam estar levantadas para operar na obra do Senhor. Elas precisam se estender para apoiar o que está prestes a cair; para levantar os que já caíram; para abençoar os que estão desanimados, para abraçar aquele que se sente desprezado; para apertar a mão do necessitado e suprir a sua necessidade.

Sendo assim amados, vamos fazer como nos manda a Palavra de Deus:

“Fortalecei-vos no Senhor e na força do Seu poder…” (Efésios 6.10).

“… Fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus.”  ( 2 Timoteo 2.1).

Deus Abençoe!

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: